Documents

Cottet Serge -Freud e o Desejo Do Psicanalista.pdf

Description
Qual é o desejo do analista? Esta é a pergunta crucial que o autor faz neste livro à obra do próprio Freud: nela há algo que, segundo Lacan, não foi analisado e deve ser deci­ frado. Considerada na maioria das vezes como eminentemente teórica, a obra de Jacques Lacan se define preci­ samente por uma determinada con­ cepção da direção da cura analftica. Assim, quando Lacan introduz a ca­ tegoria do desejo do psicanalista, isto permite redimensionar uma sé­ rie de elementos da prática psica­
Categories
Published
of 201
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Share
Transcript
  Qual é  o desejo do analista? Esta é a pergunta crucial que o autor faz neste livro à obra do próprio Freud: nela há ago que, segundo Lacan ão foi analisado e deve ser decifrado. Cosiderada na maioria das vezes como eminentemente teórica a obra de Jacque Lacan se define precisamente por uma determinada concepção da direção da cura analtica Assim quando Lacan itroduz a categoria do desejo do psicanalista, isto permite redimesionar uma série de elementos da prática psicanatica de modo congruente com o  pensameto freudiano mais radica Na falta dessa categoria por exempo os aalistas pós-freudianos passaram a conceber sua experiência pelo viés iusório da contratransferência transformando a cura numa relação dua baseada na intersubjetividade imaginária. Cotudo o psicanaista não ocupa na cura o ugar de sujeito (eemeto que constitui a dificudade maior para a ocupação deste ugar) mas si o de obeto tal como Lan veio a demostrar. Fazendo ampa referência aos textos freudianos e às diversas etapas percorridas por Lacan Serge Cottet permite ao leitor refazer esse trajeto e repensar os principais eementos que estão na base da prtica da psicanálise: a transferncia  inerpretação e o lugar do psicanais Pod�se então enender a afirmaçã de Lacan de que o deseo do anista é o que em última nstância, opera na psicanáise'!  FREUD e o desejo do psicanalsta Este I vo é futo da tese de douto-ado de Sege Cottet, defendida na Unversdade de Pais VIII na época em que Lacan ea dieto do Depa-tamento de Psicanálise. J · Z   ] Jrge Zahar ditor  Serge Cottet Freud  o sjo  picanalista Trdução: Ari Roitman lub 1iblintca igital Jge Zh Ed Rio de Janeiro
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks
SAVE OUR EARTH

We need your sign to support Project to invent "SMART AND CONTROLLABLE REFLECTIVE BALLOONS" to cover the Sun and Save Our Earth.

More details...

Sign Now!

We are very appreciated for your Prompt Action!

x